X
Menu
X

Testemunho – Regina Oliveira

A minha história foi cheia de traumas e mágoas porque meu pai bebia quando não estava na faculdade e minha mãe estudava também e passava muito tempo na universidade, mas quando eles chegavam em casa havia briga por ciúmes. Isso marcou minha infância.

Testemunho de Regina Oliveira

O tempo passou e eu me casei, porque achava que sempre faltava algo dentro de mim e pensava que quando cassasse isso ia passar. Com 26 anos eu casei com aquele pensamento de que se não der certo, separa. Meu casamento vivia em crise e eu não me dava bem com meu marido. Porém eu engravidei e decidir que não era conveniente se separar, apesar de querer. No meio desse turbilhão, eu me converti. A minha mãe já tinha aceitado a Jesus e me levava para a igreja, foi ela quem falou de Jesus para mim. Eu aceitei porque queria me livrar do sofrimento que estava vivendo, na verdade eu não sabia ao certo o que eu estava aceitando. Eu achava que salvação não tinha nada a ver comigo, ela (minha mãe) se converteu em uma igreja onde nada me atraia lá.

Até que um dia eu passei na porta da Verbo da Vida e o versículo na parede me chamou atenção, está em Jo 5:8, “e conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Aquilo mexeu comigo, tinha tocado meu coração, pensei se existe libertação eu quero também.

Em 2002 minha mãe concluiu o Rhema, durante as aulas eu fiz uma visita a escola e também a igreja, e pronto! Encontrei meu lugar aqui. Eu sabia que finalmente tinha encontrado o que eu estava procurando.

Quando eu cheguei, a igreja era bem pequena. E o mesmo versículo saltava diante dos meus olhos, mesmo quando eu passava de ônibus, – porque não tinha mais carro – bem triste porque tinha brigado com o marido. E via o versículo e dizia para mim que precisava de libertação, pois eu era um poço de mágoas e traumas, levei-as também para meu casamento, tanto que em 2003 eu estava praticamente separada do meu esposo. Pois eu guardava todo aquele lixo em meu coração, mas quando eu ouvi a palavra aqui, eu fui começando a praticar, porque eu ouvia o pastor Darren falar que não podemos guardar lixo dentro de nós. Tudo que eu ouvia eu colocava em prática porque não queria criar minhas filhas num ambiente tão pesado por minha causa, meu desejo era que elas crescessem saudáveis em suas emoções, diferente do que eu passei.

Daí começou o processo de jogar fora todo o peso que estava sobre mim. Mas a palavra que eu ouvia estava literalmente me lavando. Trouxe minhas filhas para igreja comigo e o via-as evoluindo rápido e as coisas iam bem, até que veio o diagnóstico de câncer no intestino.

Iniciei o processo de quimioterapia durante seis meses e passei por uma cirurgia. Fiquei careca e engordei bastante porque o tratamento era pesado e eu sofria com os efeitos da medicação. Mesmo assim eu ouvia a palavra e colocava em pratica, pois tive uma boa assistência pastoral e dos irmãos também. Eu sinceramente, em momento algum eu achei que pudesse morrer, apesar de ter um histórico de mortes de todos os meus tios e tias pelo mesmo tipo câncer (intestino) na família do meu pai.

Meu casamento a essa altura, era só fachada, ele bebia e saia muito. Chegou até a aceitar Jesus, para minha alegria, mas não levou a frente sua conversão. Então eu fui morar com minha mãe.

Contudo, eu tinha fé de que não morreria. Minha mãe é médica e eu sempre quis fazer algo na área da saúde, e durante o tratamento, eu me vi encantada pela área de enfermagem. Era como se o Senhor me desse um propósito de vida, um renovo de fé, para que em momento nenhum eu ficasse triste ou desanimada durante a doença. Mesmo vendo minha careca e ganhando alguns quilos a mais. E mesmo depois de 10 anos sem estudar. Eu tinha certeza que seria enfermeira. Era dessa forma que eu me via.

Na época, enfermagem era bastante concorrido, mesmo em universidade particular. Mas eu praticava minha fé vestindo os jalecos da minha mãe e já me via assim! Na minha fé eu encontrava alegria. Entrei num cursinho e apesar de vomitar muito eu não perdia as aulas. Ia para a quimioterapia pela manhã e à tarde assistia aula no cursinho, eu estava alimentando meu sonho. E no final do ano, eu recebia a notícia da minha aprovação no vestibular para enfermagem.

Em 2004, eu comecei a estudar e o tratamento finalmente chegava ao fim, fui curada pelo Senhor!

Hoje eu trabalho na área de psiquiatria e vivo com minhas filhas. E vejo nelas tudo que eu desejava para mim. Elas são ativas na igreja, são servas do Senhor, uma delas terminou o Rhema e a outra trabalha no departamento infantil. Elas realmente amam o Senhor e Sua obra. Elas me incentivam muito na caminhada cristã.

Compartilhe

4 comentários em “Testemunho – Regina Oliveira

Carla comentou:

Louvado seja o Senhor! Ele acredita em nosso potencial mesmo diante de uma grande adversidade.E assim, crendo, veremos a Sua glória.Papai ainda realiza sonhos e é especialista em nos surpreender!\\\\” Aquele que crê em mim, ainda que esteja morto, viverá.\\\\”Jesus continue te surpreendendo e usando seu testemunho como instrumento para outras pessoas.

Ithana comentou:

Minha querida Regina, não imaginava sua história. Pois é, Deus nos atrai e surpreende com vida e restauração. Desde que te conheci admirei vc e pude perceber seu lindo caráter cristão! Sarada, fiel, amiga e linda mulher! Te amo

esdras comentou:

É uma graça este testemunho.A sua fé te conduziu ao patamar que atingice esta enorme benção de ter criado nossas filhas com tanto afinco e dedicação.É com grande alegria que recebo este testemunho.Uma prova concreta que a humildade precede a honra e que sem fé é impossivel agradar a Deus

Marcelino e Sueli comentou:

Bondade de DeusDeus nos atrai e surpreende com vida e restauração e perdoa aqueles que está no erro no vicio e nas drogas, etc.. e como também dar o direito de conhecer a palavra, onde muitos nascem cresce e morre sem ter o direito de conhecer a sua missão aqui na terra conforme a palavra, Deus me deu este direito de conhecer aceitar como seu filho e salvador e a palavra, onde adquirir conhecimentos que não tinha a minima noção.Ai de muitos se não tivesse Deus e não seguisse seus ensinamentos

Deixar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Digite os caracteres desta imagem captcha na caixa de entrada

Por favor, digite os caracteres desta imagem na caixa de entrada

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>