X
Menu
X

“Tá pago!”

por Wivian Klart
(líder do departamento de Música e Educadora Física )

Troque o “Tá pago!” por “Recebido” ou “Recebi”. Não sei quem criou essa expressão quando se trata de exercícios físicos, mas não gosto muito dela, apesar de respeitar quem a utiliza.

Se entendemos que o nosso cérebro funciona com estímulos relacionados ao que falamos, ou pensamos, precisamos ser mais cuidadosos com as nossas palavras. Parece bobagem, mas se ao fim de uma atividade física, você diz: “Tá Pago!”, ou antes de se exercitar, diz: “Vou pagar”, seu cérebro vai “gravar” essa informação de dívida. Eu não sei você, mas não gosto de dever nada!

Dívida traz um sentimento de peso e isso acaba, de alguma forma, influenciando nossas ações. Talvez seja por isso que muitos não conseguem se manter constantes na prática da atividade física, porque estão desenvolvendo o sentimento de dívida.

Por que ao invés de termos o que pagar, não podemos ir receber algo? 

Quando nos exercitamos, recebemos tantos benefícios, que seriam na verdade impagáveis. Fazemos amigos, superamos limites, adquirimos resistência, força, ânimo e, além disso, os níveis de hormônios do prazer são ativados e aumentados. Então, não há nada a pagar, tudo está pago e você só vai receber.

O fato de algumas vezes ser difícil, não quer dizer que é uma dívida. Você só precisa se levantar e ir receber. Então receba e seja abençoado!

Compartilhe

Postagens Relacionadas

Um dia a gente aprende Você o escolheria? Quem manda aqui sou Eu!

Um comentário em ““Tá pago!”

Terezinha comentou:

Verdade querida!Amém,eu recebo!

Deixar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Please type the characters of this captcha image in the input box

Por favor, digite os caracteres desta imagem na caixa de entrada