X
Menu
X

Celebrando o Perdão

Paulo usa sua última carta para passar instruções para Timóteo. Em momento de grande pressão ele chama os amigos para perto. Não é bom ficar sozinho, amigos são necessários. Isso não significa que não seremos frustrados nos relacionamentos. Vamos sim nos decepcionar. Paulo havia se decepcionado com Marcos, mas essa carta nos mostra o perdão de Paulo.
José também experimentou a libertação de um passado. Em
Genesis 45:1, um choro de libertação, livre do passado para poder seguir para o futuro. Quando olhamos para o propósito, quando olhamos para frente, o passado passa a ser apenas uma informação.
O dom da justiça nos habilita a andar no caminho da justiça.

Compartilhe

Postagens Relacionadas

 Eliú- a voz da amizade Perdão na família Série – A prática do perdão A justa medida do Perdão (A prática do perdão III) O caminho para andar em Saúde ( A prática do perdão I ) Decida perdoar
Deixar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *