X
Menu
X

Verbo Campo Grande (RJ) promove dia de doação de sangue

A doação de sangue é um gesto nobre e altruísta, que leva esperança para pessoas enfermas. No contexto da igreja de Cristo, esse ato de “doar vida” passa a ter um significado ainda mais marcante, pois lembra que o sangue de Jesus que foi entregue para nos salvar. E para levar adiante esse conceito de amor e cuidado com o próximo, a igreja Verbo da Vida de Campo Grande (RJ), em parceria com o Instituto Hemorio, realizou, no dia 08 de maio, uma ação de doação de sangue.

O evento ocorreu na nave da igreja local e atraiu 95 voluntários. De acordo com a Secretaria de Missões da Verbo Campo Grande, esse ano houve um aumento do número de doadores em relação a mesma campanha realizada no ano passado. O que mostra que essa ação de responsabilidade social vem avançando gradativamente.

A iniciativa contou com o apoio do casal pastoral Marcela e Pr. Claudio Chianca, e de representantes do Hemorio, como a Médica e Coordenadora do Serviço de Hemoterapia, Shirley Castilho. Shirley agradeceu a iniciativa da igreja em ceder espaço para o Hemorio, e explicou que esse tipo de parceria é fundamental para manter os estoques de sangue devidamente abastecidos.

“Hoje, com o número de coletas que fazemos na estrutura do Hemorio, não conseguimos dar suporte para todo o Rio de Janeiro, porque nós enviamos sangue para mais de 200 hospitais. Então essas campanhas são superimportantes, pois agregam um volume de sangue que nos auxilia a atender toda essa demanda”, ressaltou a médica.

Ainda segundo a coordenação do Hemorio, todas as ações em prol da doação de sangue, independente do número de doadores, são extremamente relevantes, pois ajudam a difundir uma cultura de doação entre os brasileiros. De acordo com o Instituto, atualmente, o percentual da população que doa sangue no Brasil é em torno de 1,5% por cento, quando o ideal é que esse número chegasse a, pelo menos, 3%.

A parte operacional do dia de coleta sanguínea contou com o zelo e organização das equipes da Secretaria de Missões e do Diaconato da igreja local, lideradas, respectivamente, pelos casais Samuel e Kalline Bernardo e Thiago e Adriana Benett.

Kalline contou que essa iniciativa é mais uma forma de demonstrar amor e dedicação ao próximo.

“Através da doação de sangue, nós expressamos o desejo de levar refrigério para outras vidas. É uma forma de se doar ao próximo, assim como Cristo se doou por nós. Além disso, quando doamos sangue também estamos demonstrando que nosso amor e coragem estão acima de medos e reservas”.

Segundo depoimentos de doadores, uma das principais vantagens da coleta na igreja é que facilitou o deslocamento de moradores do bairro. Muitas pessoas tinham a intenção de doar sangue, mas se sentiam desencorajadas por morarem distante do Hemorio.

“Eu sempre tive vontade de doar, mas a distância da minha casa para o instituto Hemorio era algo que acabava desanimando e eu também não tinha o peso suficiente, agora já tenho. Hoje, quando eu vi o banner da doação na porta da igreja, imediatamente resolvi participar”, contou a estudante Taisa Sabrina.

Muitos membros da igreja local também participaram da doação, como o casal Ednilson Monteiro Rosas, líder do departamento de Projeção, e sua esposa Cristiane Rosas, Coordenadora Pedagógica e Professora da Escola de Crianças.

“Acho superinteligente essa parceria entre o Hemorio e a nossa igreja. É uma forma mobilizar pessoas em torno dessa causa. Já que estamos com saúde, porque não doar vida para quem precisa?”, destacou Ednilson Rosas.

O dia de coleta sanguínea na igreja terminou com as equipes operacionais reunidas, celebrando com muita alegria e gratidão pelo sucesso do evento.

Postagens Relacionadas

Culto Especial de Missões com Leide Andrade Grande Celebração no Dia Verbo de Missões Expectativas de colheitas Lançamento oficial do Projeto Angola Do chamado ao campo Transformados para Glória
Deixar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.