X
Menu
X

Page 3

Somos incomuns
Deus ensina para Pedro que não devemos considerar comum e imunda o que Ele purificou. Não somos comuns, porque já fomos lavados pela Palavra. Jesus já nos purificou. Porque não somos comuns nosso estilo de vida não é comum. A graça já está disponível para vivermos uma vida santa.
O poder da Graça
A graça se manifestou para levantar o homem caído. Mas também é o poder para mantê-lo de pé. As boas obras não são a causa da nossa salvação . Isso é legalismo, as obras são a consequência da nossa salvação. E depois de salvos , a graça nos auxilia na incapacidade de produzirmos resultados. Ela é o poder disponível para resistirmos ao pecado porque sozinho não conseguiríamos. Uma força capacitadora para vivermos uma vida de santidade.
O poder da Graça
A graça se manifestou para levantar o homem caído. Mas também é o poder para mantê-lo de pé. As boas obras não são a causa da nossa salvação . Isso é legalismo, as obras são a consequência da nossa salvação.
Relacionamento com o Espírito Santo – Parte 2
Quanto mais nos relacionamos com o Espírito, mais comunhão temos e quanto mais comunhão , mais intimidade e quanto mais intimidade mais confiança. Quando somos íntimos de alguém identificamos sua voz , sua vontade, seu caráter.
Relacionamento com o Espírito Santo – Parte 1
Quanto mais nos relacionamos com o Espírito, mais comunhão temos e quanto mais comunhão , mais intimidade e quanto mais intimidade mais confiança. Quando somos íntimos de alguém identificamos sua voz , sua vontade, seu caráter.
Série – Comendo o melhor desta terra – Parte II
Deus é o princípio de toda a autoridade, Ele mesmo é o governante do universo, seu plano eterno é estabelecer o seu Reino. Nós somos seus filhos , mas também somos servos. Todas estas expressões revelam uma estrutura de autoridade e submissão que, se observadas nos levam a Comer o melhor desta terra A submissão não é uma mera obediência exterior, mas a manifestação de um espírito submisso. É uma atitude de se submeter mesmo discordando. Essa posição permite a manifestação das bênçãos na nossa vida, comendo o melhor dessa terra.
Série – Comendo o melhor desta terra – Parte I
A submissão associada a honra resulta em bênção. Deus estabeleceu uma hierarquia e a posição de autoridade (Romanos 13 1). A compreensão desse princípio poderoso e a obediência a ele , proporcionam nosso avanço e crescimento.
Sementes espirituais
Temos muitas promessas para colhermos na eternidade aquilo que plantamos aqui , nossas atitudes e até das nossas palavras prestaremos contas. Sendo palha , madeira ou feno queimará. Sendo ouro , prata ou pedras preciosas será galardoado. Mas não podemos esquecer da nossa colheita aqui mesmo na terra. Sementes de honra , respeito , compaixão que semeamos e certamente colheremos. Não necessariamente da mesma espécie , mas nas áreas que temos necessidades. Como a mulher Sunamita que plantou um quarto e colheu um filho.
Escolhas
Deus nos ama e no seu infinito amor nos deu o direito de escolha. Ele nos instruí com sua Palavra a fazermos as escolhas certas , mas mesmo quando erramos , disponibiliza seu amor perdoador. Em Lucas 15,  Jesus nos ensina por parábolas. Escolhas certas e erradas e suas consequências. O filho mais novo não quer o abençoador , deseja apenas a bênção. O mais velho , apesar de estar sempre ao lado do abençoador, a religiosidade impede que desfrute desse benefício. Eles não conheciam o coração do Pai , que desejava que ambos desfrutassem juntos dos benefícios da presença.
Não Esqueça Jesus no Templo
Não podemos esquecer Jesus e suas palavras. Certa vez Jesus foi esquecido no templo, seus pais foram até Jerusalém e no retorno esquecerem Jesus no templo. Com isso tiveram que voltar para procura-lo. Nós não vamos esquecer Jesus na nossa caminhada. Nem como igreja nem na vida pessoal.