X
Menu
X
Igreja Verbo da Vida
Tambor - Campina Grande - PB

Conferência Intocáveis | Sábado Manhã | 28.10.2017

Ministração – Vinícius Santos

Começamos a manhã com uma atmosfera intensa de adoração e em seguida Vinícius Santos iniciou um momento de entrega e oração ao Senhor.

Citando Ezequiel 43:2, começou a tratar sobre a importância de não apenas ter algum tipo de conhecimento da palavra, mas ter conhecimento com vida para que sejamos como a voz de muitas águas que irão nos moldar e nos transformar dia após dia. Continuou dizendo que existem muitos tipos de vozes no mundo, mas nenhuma delas sem poder para nos conduzir a um lugar bom ou ruim. Dessa forma, precisamos nos associar com pessoas que tem comunhão com Deus. Afinal, resultados das associações que fazemos.

Citando Salmos 29:1-3, explicou a necessidade da sensibilidade espiritual para que possamos distinguir as vozes que se apresentam em nossas vidas.

Baseando-se em Jeremias 51:16 retomou que dentre muitas vozes, a voz do Senhor é firme e forte. Fazendo-nos lembrar de que fomos chamados para sermos como tochas vivas, preparando o caminho para os dias vindouros.

Ele relembrou sua ministração de quinta, em que falou sobre as características de Elias que prepararam o caminho para Jesus, mesmas características que estavam sobre João Batista e que devem ser evidenciadas em nós.  “Nós estamos esperando Deus trazer o avivamento, mas quem trouxe a chuva foi Elias.”

 “Ele é uma mão forte e poderosa que vem sobre nós, é Ele quem nos levanta e acredita no propósito ao qual nos designou.”

.Por fim, abrindo em 1 Coríntios 14:10 compartilhou que as vozes que existem no mundo vem em nossas vidas para nos trazer pensamentos de condenação ou humilhação, distorcendo quem somos. Se não entendermos o que Deus diz a nosso respeito, aceitaremos esses pensamentos e seremos apáticos ao que Ele fala. Não vamos viver como aqueles que não possuem aliança, ocupados em nossos próprios sentimentos e pensamentos, precisamos andar em obediência e Sua Voz irá gritar alto dentro de nós!

Ministração – Jannayna Albuquerque

No segundo momento, Jannayna Albuquerque começa sua ministração falando acerca dos níveis que precisamos entramos de unção. Abrindo em Gênesis 4:3-7, explica que à aprovação de Abel foi dada primeiro a ele e, por consequência, a sua oferta. Deus não se desagradou da oferta de Caim, mas de algo que estava errado dentro dele. Deus precisa se agradar de nós e isso irá ditar o rumo para o qual iremos.

Ela também falou que aceitação é algo que todo mundo busca e independente de ter agradado ou não ao Senhor se decidirmos nos concertar e proceder bem, Ele vai nos aceitar. Mas se não nos concertarmos, o pecado e suas consequências irão bater a nossa porta. Precisamos ser instantâneos para nos corrigir.

Está em nossas mãos o poder de proceder bem ou mal. E proceder bem não é barganhar, mas é acionar um princípio que está em vigor ao nosso favor.

Está tudo favorável para nós, se procedermos bem.

A ministra citou Hebreus 11:5-6, que fala que Filipe foi transladado porque tinha um coração que agradava a Deus. Ressaltando que podemos até parecer fervorosos, mas Deus é quem está atento ao nosso coração e por isso, seremos cobrados pelo que somos por dentro. Tudo se resume ao que somos no secreto. Deus trouxe a salvação para dentro do homem e é lá que Ele faz a leitura de quem somos.

Jannayna enfatizou que uma das coisas que mais agrada a Deus é o ato de andar em amor, já que Ele é o próprio amor. E a nossa maturidade será medida pelo tanto que vivemos isso.

“A medida de maturidade de uma pessoa é observada no quanto ela consegue andar em amor, em ceder, no quanto ela consegue ver além da pessoa.”

“As coisas não acontecem na frequência que deveria porque Deus não achou ninguém pronto para isso.”

“A gente precisa parar de dar tempo pra aquilo que é vão.”

Ela encerrou dizendo que existem muitas distrações que tiram nosso tempo. E precisamos ser diligentes com o tempo de oração e comunhão, porque isso agrada a Deus. E a nossa maior preocupação deve em agrada- lo. Um Deus agradado vai fazer maravilhas por nós. Precisamos nos resolver por dentro e caminhar em paz. É uma questão de dedicação, de fazer valer, de ser possuído pela convicção de cumprir o propósito. Tudo que se faça, seja Nele e para Ele.

-Departamento de comunicação dos Jovens Intocáveis

Compartilhe
Deixar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *