X
Menu
X
Igreja Evangélica Verbo da Vida
Fortaleza - CE

A sua vida fala!

Começaremos lembrando de um texto na conhecida “Galeria dos Heróis da Fé”:


Hebreus 11:5 “Por meio da fé, Enoque foi arrebatado, de forma que não experimentou a morte; e “já não foi encontrado, porquanto Deus o havia arrebatado”, visto que, antes de ser arrebatado, havia recebido o testemunho de que tinha agradado a Deus.”

Este texto é bem forte. Nos dá a idéia de que Deus o tomou para si, tendo se agradado do testemunho de Enoque. Todos nós conhecemos tantas pessoas que se dizem profundas em Deus, mas ao que parece, não ao ponto de Deus arrebatá-las para Si. Vejamos um outro texto no qual Enoque é citado:

Gênesis 5 –  21. “Quando Enoque completou sessenta e cinco anos, gerou a Matusalém. 22. Depois que gerou Matusalém, Enoque andou com Deus mais trezentos anos e gerou filhos e filhas. 23. Toda a duração da vida de Enoque foi de trezentos e sessenta e cinco anos. 24. Enoque andou sempre em comunhão com Deus e um dia desapareceu, porquanto Deus o arrebatou!”

Fica claro que Deus o arrebatou! Fico pensando o quanto nós, como igreja, temos perdido por não ter mais comunhão com o Pai. Aquilo que nós adoramos é com o que ficamos parecidos! Precisamos ter uma vida de louvor a Deus! É importante lembrar a época em que Enoque viveu, não foi na graça não! Hoje temos livre acesso a Ele, para que Ele viva através de nós e nós não vivamos mais para nós mesmos, para nossos próprios desejos (Gl 2:20), pelo que a Palavra fala, Enoque “andou com Deus”, ou seja, tinha comunhão com Ele, e tinha um testemunho agradável, certamente, se isso está escrito, o testemunho de Enoque deve ter sido conhecido por todas as pessoas daquela época.

Fico triste por ver grande parte dos cristãos dando um mau testemunho. Muitas vezes quando vemos alguma notícia na TV ou conhecemos algumas pessoas  pensamos: “esse aí se diz cristão”? Realmente, existem muitas pessoas vivendo uma religião, esquecendo que cristianismo é um estilo de vida pela fé, porém, acredito que além de orar por essas pessoas, precisamos refletir sobre nossa própria vida. Como será que a nossa vida tem expressado a Cristo? De fato, Paulo escreveu:

2 Coríntios 3 –  1. “Será que com isso estamos tentando nos recomendar novamente a nós mesmos? Será que necessitamos, como alguns, de cartas de recomendação para vós ou de vossa parte?  2. Vós mesmos sois a nossa carta, escrita em nosso coração, conhecida e lida por todos.  3. Vós mesmos tendes demonstrado que sois uma carta de Cristo, resultante de nosso ministério, escrita não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas em tábuas de corações humanos!”

Isso fala sobre as pessoas virem algo em nós! Do jeito que o mundo está existem muitas pessoas observando o momento em que um cristão vai vacilar. Precisamos pensar sobre o que a nossa vida fala para outras pessoas, que tipo de mensagem ela passa! Ao invés de focar em pessoas que têm dado um mau testemunho, precisamos cuidar para que a nossa vida não seja uma hipocrisia! Carregamos algo poderoso em nós e isso deve ser manifesto a todos. O mundo precisa ver algo diferente em nós!

Outro texto bastante conhecido e interessante é:

Hebreus 11 –  4. “Pela fé Abel ofereceu a Deus um sacrifício mais excelente do que Caim. Por meio da fé, ele foi reconhecido como justo, no momento em que Deus aprovou suas ofertas. Apesar de estar morto, seu testemunho de fé ainda é eloquente. “

Que poderoso, a vida de alguém falar, mesmo estando morto! A bíblia fala que o testemunho de como Abel lidou com algo para Deus foi tão forte que, mesmo depois de sua morte, ainda nos ensina! Será que a sua vida teria algo de positivo a ser imitado por outros e a ser ensinado a outros, mesmo depois de morto? Não sei qual será a sua atitude daqui pra frente, mas penso que é interessante viver de modo que, mesmo depois de morrer, as pessoas continuem a dizer: “lembra de como ele(a) era paciente, amoroso(a), de como conseguiu superar tais dificuldades?”. Até hoje, ouvimos e aprendemos apenas lendo a biografia de vários homens e mulheres de Deus do século passado. Por que não ser um destes? Nós podemos chegar lá, basta seguir a receita de Enoque: ter comunhão! Com quem nós passamos tempo, nos tornamos parecidos. Vamos investir mais tempo em estar com Deus, isso fará com que as pessoas vejam mais Dele em nós!

Abraço!

Texto: Diego Eloi

Compartilhe
Deixar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Please type the characters of this captcha image in the input box

Por favor, digite os caracteres desta imagem na caixa de entrada

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>