X
Menu
X
Igreja Evangélica Verbo da Vida
Fortaleza - CE

Certamente Vivereis – Foi o tema da ministração do Pr. Mansuêto Vieira no último Culto de Abril/2017

DSC_0267No último domingo, 30 de abril, o pastor Mansuêto Vieira ministrou a Palavra na Igreja Verbo da Vida – Fortaleza – Benfica, logo após de a irmã Maritsa Hadassa ter conduzido um louvor cheio de graça.

Pastor Mansuêto iniciou sua ministração por Eclesiastes 3:15: “O que é, já foi; e o que há de ser, também já foi; e Deus fará renovar-se o que já se passou”, e exaltou a grandeza de Deus pelo fato de Ele ser atemporal. Lembrou que Deus não está preso ao tempo, e que, mesmo alguém tendo se desviado do plano e do propósito Dele, Deus está pronto para fazer este prosperar em realizar o Seu plano, e recuperar o tempo perdido.

O pastor explicou que, mesmo que não haja um destino traçado, Deus tem um plano para a vida de cada um:

“O tempo foi criado por Deus para nós, mas Ele está fora do tempo. Ele é atemporal. Ele é antes de todas as coisas. Deus conhece o nosso passado, o nosso presente e o nosso futuro. Deus já esteve onde você ainda vai passar” , disse o pastor.

Prosseguiu falando sobre o poder de Deus para realizar aquilo que nos é impossível, e discorrendo acerca da unicidade de Deus. Pois o nosso Deus é único, não havendo outro deus, ou outros deuses. Mesmo que Satanás tente convencer aos homens que estes existam.

“Nunca houve outro Deus, e nunca haverá outro Deus. Só há um Deus, e é o Deus a quem nós servimos”, afirmou.

Disse ainda que somos privilegiados por podermos ter conhecido a este Deus, e ainda podermos conhecê-lo mais por meio da Palavra que Ele nos deu. “Aquilo que está no Seu coração, aquilo que está na Sua mente”. E pelo fato de Deus conhecer o passado, o presente e futuro, como se fosse um tempo só, Ele pode nos guiar pelo “caminho certo, caminho perfeito, caminho de justiça, um caminho de paz”.

O pastor voltou a reforçar a grandeza daquilo que está escrito em Eclesiastes 3:15, dizendo que seria o suficiente para nos deleitarmos em um bom tempo de meditação. Lembrando ele que não estamos nessa terra sem o conhecimento de Deus.

“Nós não estamos aqui sem que Deus saiba que nós estamos, que nós existimos”, completou ele.

Na segunda parte da ministração compartilhou o entendimento de que Deus cria um espírito no momento que os gametas masculino e feminino se fundem para formar um zigoto, que será em seguida um embrião, um feto, e por fim um ser humano formado. O qual conduz um espírito eterno dado por Deus. Lembrando que as crianças nascem puras, sem pecado.

Dito isso, introduziu aquilo que o autor escreve no verso 11, do mesmo capítulo de Eclesiastes. “Esse texto é iluminador. Ele ilumina nossos olhos. Ele nos dá entendimento” , afirmou o pastor.

“Tudo fez Deus formoso no seu devido tempo; também pôs a eternidade no coração do homem, sem que este possa descobrir as obras que Deus fez desde o princípio até ao fim.” (Ec 3:11)

Partindo de uma correlação entre os versículos lidos, 11 e 15, o pastor voltou a dar ênfase à eternidadeDSC_0238 de Deus. Fazendo lembrar que não sabemos a respeito de como tudo começou, pois não compreendemos a eternidade de Deus. Disse que, antes que as coisas que conhecemos viessem a existir, já havia princípios estabelecidos por Deus, os quais são imutáveis.

“A Bíblia diz que Deus criou o homem e pôs no coração do homem a eternidade. Mas este mesmo homem não pode descobrir todas as coisas relacionadas a Deus. No entanto há diversas passagens nas Escrituras que mostram que Deus quer que o conheçamos a Sua vontade de forma plena. Seu amor e Seu caráter”, falou o pastor.

Comparou a nossa eternidade com a de Deus, dizendo que nós não sabemos da origem acerca de Deus. No entanto, mesmo que nós não tenhamos um fim, temos um início. Afirmou que Deus nos fez participantes da Sua eternidade.

“O homem por ter sido criado à imagem e à semelhança de Deus, como um espírito, participa da eternidade de Deus, e ele não tem mais fim de dias. O homem é um ser espiritual e eterno, porque Deus o fez participante da Sua eternidade”. afirmou.

O pastor lembrou a condição para a qual o homem passou quando Adão e Eva desobedeceram a Deus, comendo da árvore que Deus ordenou que não se comesse. Mas lembrou também que esta condição de pecado foi eliminada em Cristo, pelo seu sangue derramado na cruz. E a todos quantos aceitaram tal purificação em suas vidas, bem como aqueles que não aceitaram, são eternos.

Continuando a leitura bíblia, ainda em Eclesiastes 3, leu os versículos 12 a 14:

“Já tenho entendido que não há coisa melhor para eles do que alegrar-se e fazer bem na sua vida; E também que todo o homem coma e beba, e goze do bem de todo o seu trabalho; isto é um dom de Deus. Eu sei que tudo quanto Deus faz durará eternamente; nada se lhe deve acrescentar, e nada se lhe deve tirar; e isto faz Deus para que haja temor diante dele.” (Eclesiastes 3:12-14)

Disse que, a despeito do que cada um acredite, aquilo que Deus disse é fato. Pois a Palavra de Deus está estabelecida para sempre. E o homem pode sim desfrutar do bem de todo o seu trabalho. É dom de Deus que o homem desfrute daquilo que obteve por meio do seu trabalho: o comer, o beber, o acumular bens e condições de ter e fazer aquilo que cada qual deseja.

Lembrou ainda que, mesmo sendo dom de Deus, estas coisas podem ser pedras de tropeço para as nossas vidas. “Comer é bom, beber é bom, e desfrutar daquilo que nós obtemos como fruto do nosso trabalho é muito bom. Naquilo que é bom, você pode exagerar e cometer um erro”, disse.
A mensagem teve seu ápice, quando o pastor trouxe o exemplo de Jesus. O qual, mesmo tendo estado no meio dos homens em um corpo de carne, em momento algum cometeu pecado. Paralelamente, fez uma explanação acerca das palavras carne e corpo. Deixou bem esclarecida a questão de Jesus ter vindo ao mundo em carne.

“Porquanto o que era impossível à lei [de Moisés], visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne pecaminosa, pelo pecado condenou o pecado na carne,” (Romanos 8:3)

“Nisto conhecereis o Espírito de Deus: Todo o espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus” (1 João 4:2)

DSC_0254O pastor trouxe o entendimento, por meio da Palavra, que Jesus bem sabia de como se comportava a natureza do homem. Pois o homem, embora nascendo puro, em determinado momento de sua vida deixa que a natureza pecaminosa tome o controle, tendo então necessidade de confessar Jesus, que é a única solução para o problema do pecado.

Disse que, uma vez tendo deixado de ser pecadores, podemos chegar-nos à presença de Deus, sabendo que seremos aceitos. Pois a intenção de Deus é sempre nos conduzir em triunfo, por meio de Cristo.

“E graças a Deus, que sempre nos faz triunfar em Cristo, e por meio de nós manifesta em todo o lugar a fragrância do seu conhecimento.” (2 Coríntios 2:14)

Em seguida exortou a igreja a anunciar esta vida a todos quantos puderem, pois todos os dias milhares de pessoas estão indo para o inferno. Lembrou que não era necessário esperar por uma atividade específica da igreja nesse tocante, mas que cada um, no seu cotidiano, anunciasse as boas-novas.

Ainda compartilhou que podemos levar uma vida andando olhando para o alto. E que é sim possível andar nessa terra nesse estilo de vida, andando sem pecar.

“Portanto, já que vocês ressuscitaram com Cristo, procurem as coisas que são do alto, onde Cristo está assentado à direita de Deus. Mantenham o pensamento nas coisas do alto, e não nas coisas terrenas. Pois vocês morreram, e agora a sua vida está escondida com Cristo em Deus. Quando Cristo, que é a sua vida, for manifestado, então vocês também serão manifestados com ele em glória.” (Colossenses 3:2-4)

Encerrou a leitura bíblica com os textos de: 1 Pedro 2:11,12 e Romanos 8:12-17 DSC_0211

Finalizou exortando a igreja a dar um bom testemunho, para que o Evangelho não seja ridicularizado no mundo. Lembrando:

“Porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, CERTAMENTE VIVEREIS.” (Romanos 8:13)

Compartilhe
Deixar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Please type the characters of this captcha image in the input box

Por favor, digite os caracteres desta imagem na caixa de entrada