X
Menu
X
Igreja Evangélica Verbo da Vida
Fortaleza - CE

O Caminho da Recompensa foi o tema do Culto de Celebração com Pr. Mansuêto Vieira

IMG_1163Nesse último domingo, 09 de abril, quem ministrou a palavra na Igreja Verbo da Vida (sede Benfica) foi o pastor presidente Mansuêto Vieira falandosobre o caminho da recompensa. Iniciando com uma oração totalmente guiada pelo Espírito de Deus, preparou os irmãos para receber a Palavra, e tudo quanto o Senhor haveria de trazer.

Bíblias abertas no Salmo 37, Pastor Mansuêto iniciou a palavra explanando acerca do justo (v.25), o qual a Palavra trata nesse salmo; explicou que este justo é aquele que descansa na certeza de que ele será sempre amparado por Deus, teme ao Senhor e considera seus caminhos.

Um dos significados que se pode atribuir a justo é o de inocente. Não o inocente como alguém que não sabe o que faz, mas um alguém que é sem culpa alguma diante de Deus. Uma pessoa de fato irrepreensível. Esse justo é alguém que está livre de qualquer falta.

O pastor fez uma analogia ao jogo de futebol, onde um jogador é punido devido à reincidência no erro, e disse que o justo, do qual a Palavra fala, teria uma atitude exatamente oposta ao deste exemplo de jogador. Pois o justo, quando erra, rapidamente, e facilmente se alinha à vontade de Deus; e prossegue com sua retidão. E sobre essas pessoas, que buscam viver de modo reto, afirmou: estas recebem de fato recompensas.

Outro ponto abordado pelo pastor foi a decisão, as escolhas; onde somos livres para escolhermos tudoIMG_1167 em nossas vidas. E prosseguindo, explicou que cada escolha gera consequências. Trouxe o exemplo do casamento, lembrando que quando uma pessoa casa ela vai ter de lidar com a outra, e muitas vezes aquela pessoa já dava indícios que seria uma relação difícil. No entanto, a pessoa insiste, e casa, sem sequer buscar ao Senhor antes de fazer aquela escolha.

Outro exemplo abordado pelo pastor foi o da profissão. Disse que muitas pessoas se profissionalizam apenas para ganhar dinheiro, enquanto a Bíblia diz que tudo que fizermos seja para glorificar ao Senhor. Deu o exemplo do médico, que poderia entrar nessa profissão apenas para ganho pessoal, como fonte de lucro e não como o que de fato deveria ser, um instrumento de Deus em sua profissão.

O pastor disse ser muito grato a Deus, pelo fato de os jovens de sua igreja estarem sendo acrescentados com essa boa palavra, podendo, desde cedo, estarem sendo tocados por essa influência; ensinados a viver uma vida guiados pelo Espírito de Deus, para que até em suas profissões, sejam instrumentos de Deus, e glorifiquem seu Nome.

Ele afirmou que nós, cristãos, deveríamos viver um estilo de vida que atenda as expectativas do coração de Deus.

“A recompensa é a resposta de algo que decidimos”, afirmou ele.

E explicou que, para recebermos de Deus devida recompensa, devemos antes tomar decisões bem ajustadas e alinhadas à sua vontade.

Explicando ainda sobre o justo, ele disse que uma característica do justo é ser fiel a Deus.

“Porque não é justo esperar a fidelidade de Deus vivendo de qualquer maneira.”

Usando 1 Timóteo 6.3-5, o pastor abordou que a cada passo de fidelidade e obediência ao Senhor entramos em uma área de bênção, e que isso não é algo natural que desfrutamos.

Em 2 Coríntios 9.6-11, explanou acerca do ato de plantar e semear, mas não trazendo para a questão financeira, mas da própria vida do filho de Deus sendo doada a Deus como oferta ao Senhor.

“Pai, tudo veio de Ti!”, afirmou isso em oração, por reconhecer que tudo que temos e somos provém do Senhor, que nos deu o fôlego da vida e nos supre com tudo que necessitamos.

Ainda sobre a questão de plantar e colher, ele disse que muitos esperam colher muitas coisas que jamais plantaram antes. E reafirmou que a maior oferta que podemos dar a Deus é a nossa própria vida à servi-lo.

“Façam-me esta pergunta: Pastor é difícil servir à Deus?”

IMG_1168Ele respondeu que não. Na verdade o que muitos acham difícil é o fato de ter que se adequar às renúncias nas suas vidas. Mas que, de fato, servir a Deus é um privilégio e honra aos filhos de Deus. Pois as vidas dos filhos de Deus devem ser entregues ao Senhor; e relembrou acerca da importância de que onde estivermos, devemos estar servindo à Deus. Nas nossas profissões, por exemplo.

Disse que o fôlego que recebemos veio Dele, e tudo quanto temos hoje, um dia foi Ele quem nos deu. Deu exemplo de alguns cristãos que quando você pergunta como eles estão, eles sempre estão atribuindo ao Diabo suas derrotas e lutas, e com isso se deixando levar pelo engano de que tudo que ocorre em suas vidas provém da ação do Diabo. Quando muitas coisas pelas quais eles passam são, de fato, fruto de suas escolhas; ou algo que todos, santos e ímpios, passarão nessa vida mesmo.

Usando Romanos 5.1-4, disse que se existe algo no qual podemos nos gloriar, é da comunhão com Deus. Explicou a importância da perseverança, pois ela traz experiências com Deus. E as experiências trazem, a cada um de nós, a esperança.
Concluiu sua mensagem lembrando que todos somos vencedores, pedindo a igreja que dissesse “Eu vou vencer!”.

“Não existe nada mais recompensador que servir à Deus.”
“O Diabo nunca foi e nunca será maior do que Deus! De fato ele é tão pequeno que está debaixo de seus pés”
“A nossa vida só tem sentido quando vivemos para Deus!”
“O caminho da recompensa do Senhor é a fidelidade para com Ele.”

Testo: Karine Passos                                                                                                                                       Revisão: Emersom Nascimento                                                                                                                       Fotos: Gabriel Prata

Compartilhe
Deixar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Please type the characters of this captcha image in the input box

Por favor, digite os caracteres desta imagem na caixa de entrada

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>