X
Menu
X
Igreja Evangélica Verbo da Vida
Petrolina - PE

Como um crente deve se vestir?

andersonNasci de novo, sou um cristão… e agora, como devo me vestir?

“Foi para a liberdade que Cristo nos libertou! Portanto, permanecei firmes e não vos sujeiteis outra vez a um jugo de escravidão”. ( Gl 5:1)

O novo nascimento é uma experiência sobrenatural, que nos tira do império das trevas e nos transporta para o Reino do Filho do Seu Amor (Cl 1:13). E uma vez nesse novo Reino, somos chamados pelo mesmo Senhor que nos libertou a vivermos uma vida santa, separada para Ele. Essa vida envolve todo o nosso ser: nosso espírito, alma e corpo (1Ts 5:23). Conforme lemos no texto acima, Cristo de fato nos libertou, mas essa nossa liberdade não é para que vivamos da maneira que queremos, mas sim da maneira que devemos! E isso inclui todos os aspectos de nossas vidas, inclusive a forma como nos vestimos.
É bem verdade que as Escrituras não determinam um estilo de roupa específico que seja mais santo que outro, nem muito menos um modelo de roupa “X” que seja o modelo correto para o cristão. Vemos ao longo das Escrituras e também da própria história que os costumes mudam não apenas de acordo com o tempo, mas também de acordo com a cultura e o clima de cada lugar. Mas, mesmo sendo assim, as Escrituras Sagradas nos ensinam sobre princípios Bíblicos que devem nortear a forma como nos vestimos, não com base num legalismo frio, mas sim com base no amor ágape, não apenas para com Deus, mas também para com nossos irmãos.
Em primeiro lugar, é importante dizer que Deus SIM, se “preocupa” com a forma que nos vestimos. Ele vestiu a Adão e Eva no jardim após o pecado (Gn 3:21); no livro de Êxodo Ele deu o modelo para as vestimentas que seriam usadas pelo Sumo Sacerdote (Ex 28:39,40). Já em Deuteronômio, foram dadas instruções relativas ao vestuário para homens e mulheres na dispensação da Lei (Dt 22:5). No Novo Testamento vemos Paulo instruindo aos Coríntios sobre como os homens e mulheres deveriam se vestir dentro do contexto de sua cultura, de uma forma que não viesse a trazer escândalos ao Evangelho diante daqueles que ainda não o haviam aceitado (1 Co 11:1-14). Embora Deus veja o coração (1Sm 16:7), nossas atitudes (frutos) demonstram também muito de quem nós somos.

Existe um texto nas Escrituras que nos ensina alguns princípios bem poderosos sobre como um cristão deve se vestir. É o texto de 1 Tm 2:9-10. Embora tenha sido escrito dentro do contexto para as mulheres, seus princípios servem igualmente para as vestimentas masculinas. Vejamos: “Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos preciosos, mas (como convém a mulheres que fazem profissão de servir a Deus) com boas obras.
Aqui podemos observar algumas palavras bem interessantes usadas pelo Apóstolo Paulo, que vão ser de grande valia para nós nesse estudo. A primeira palavra aqui é honesto. No original  a palavra grega usada é Kosmios, que significa “bem arrumado, modesto, ordeiro” (Strong). Isso nos dá a ideia de que devemos nos vestir de uma forma que não apenas nos deixe “arrumadinhos”, mas também mantenha a ordem dos lugares por onde passamos! Se estamos vestindo uma roupa que esteja causando “alvoroço” nos homens ou mulheres por onde passamos, isto é um sinal de que possivelmente não estamos nos vestindo de forma “honesta”!
A questão de se vestir de uma forma “ordeira” ou honesta, não diz respeito apenas à sensualidade. Dentro desse princípio devemos observar qual a mensagem que aquilo que vestimos está passando para quem nos observa. Sei que usar camisas em Inglês está na moda, mas… você sabe o significado daquilo que está escrito? O significado dos símbolos, correntes e pingentes que está usando? O cuidado com esses pontos também é importante para um cristão que deseja honrar ao Senhor.

Outra Palavra usada no mesmo texto é a palavra modéstia. No grego essa palavra é Aidos, que significa “senso de vergonha ou honra, respeito pelos outros, modéstia” (Strong). Em outras palavras: “Vergonha de mostrar aquilo que não deve ser mostrado!” Segundo as Escrituras, o modo de vestir de um cristão deve ser aquele que não mostra aquilo que deve ser guardado, por respeito ao Senhor, ao seu corpo e aos irmãos! Isso diz respeito não apenas ao tamanho da peça de roupa, mas também a quão apertada ela eventualmente esteja! E, a última palavra que queremos estudar nesse texto é a expressão bom senso! E essa nem precisa se ir ao original para  entender o seu significado! Bom senso é “ a capacidade de fazer escolhas sensatas e inteligentes com cautela e equilíbrio. É a capacidade de ler uma determinada situação e a partir de então tomar a decisão mais acertada em relação a ela. Ter juízo é ter bom senso” (fonte: significadosbr). Significa raciocinar e pensar sobre a adequação ou não do uso de tal roupa em um dado contexto. Na continuação do versículo, ao contrário do que alguns pensam, Paulo não condena o se vestir bem e com roupas bonitas, mas traz um equilíbrio mostrando que o principal de uma mulher cristã (bem como dos homens cristãos!) não deve ser a “ostentação”, mas sim uma consideração pelo Senhor e pelos irmãos, com suas boas obras (1 Tm 2:9).

Encerrando esse assunto, existe uma pergunta que constantemente é feita, principalmente por jovens e adolescentes: e com relação a tatuagens, alargadores e “piercings”? Posso ou não posso?
A Bíblia não diz explicitamente nada que condene o uso de nenhuma dessas coisas! Mas, não é por isso que devemos fazer tatuagens ou usar piercings e alargadores só por usar ou porque está na moda. Afinal, “tudo me é lícito, mas nem tudo me convém”. (1Co 6:12). Então, antes de fazer uma tatuagem ou colocar um piercing ou alargador, mesmo não sendo um pecado condenado explicitamente na Bíblia, creio que fazer as seguintes perguntas vai nos ajudar na tomada de nossa decisão:

1. Por que quero fazer isso no meu corpo?
“…quer vocês comam, bebam, ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para glória de Deus.” (1Co 10:31)

2. Isto prejudicará a outros?
“…façamos o bom propósito de não colocar pedra de tropeço ou obstáculo no caminho do irmão.” (Rm 14:13)

3. Esta decisão viola de alguma maneira a autoridade dos meus pais, dos meus líderes espirituais ou governo?
“Aquele que se rebela contra a autoridade está se colocando contra o que Deus instituiu.” (Rm 13:2)

4. Vai prejudicar ao meu corpo?
“O homem bom cuida bem de si mesmo, mas o cruel prejudica o seu corpo.” (Pv 11:17)

5. Minha consciência ficará em paz?
“Combata o bom combate, mantendo a fé e a boa consciência…” (1Tm 1:18-19)

6. Apresenta alguma aparência do mal?
“Fujam da aparência do mal.” (1Ts 5:22)

7. O que pretendo fazer é apenas para satisfazer minha carne ou é para satisfação espiritual? É realmente necessário, ou meramente vaidade?
“Tudo o que fizerem, seja em palavra ou em ação, façam-no em nome do Senhor Jesus.” (Cl 3:17)

Espero que com esse breve estudo, possamos aprender com a Palavra de Deus e também honrá-lo cada dia mais, não apenas com nossas palavras e atitudes, mas também na maneira como nos vestimos! Shalom!

Compartilhe

13 comentários em “Como um crente deve se vestir?

Thays Barros comentou:

Muito edificante, gracias maestro!

Dani comentou:

👏👏👏👏

Paulo Oliveira comentou:

Está tão devasso as vestes no meio cristão, e principalmente as mulheres que fica até difícil comentar. Chega até ser escandaloso e cada vez mais comum… É triste pois, muitas lideranças não tem a coragem de orientar aos seus liderados a respeito do assunto, o que vejo hoje que existe uma preocupação mais em encher as igrejas, preocupam-se com a quantidade e não a qualidade, parece que a beleza física de um templo e o corpo-humano está sendo mais valoroso do que a salvação! Mas é bíblico: Muitos serão chamado mas poucos os escolhidos. Mt 22:14

André Tamon comentou:

Deus conhece as intenções do coração e fala que devemos guarda-lo. A roupa pode exteriorizar o que tem dentro: O coração. Alinhados ao coração dele nunca estaremos errando, a roupa vai so demonstrar sem palavras 😶. Pregando com a nosso testemunho. Graça e paz.

Nilton Sampaio comentou:

Belíssima palabra maestro ! Muy contento con eso 👏

Marjory Lopes comentou:

Boa noite,
muito boa a palavra Pr. Anderson, é bem verdade que Deus conhece o coração e sei também que não são só as vestes que mostram quem somos, mas acho que isso deve ser ensinado na igreja. por que as pessoas acham que Deus só quer o coração, mas ele quer a diferença entre o que serve a Deus e o que não serve.
Somos o sal da terra, o nosso corpo é templo do Espírito Santo e deve ser coberto. “Todas as coisas são lícitas mas nem tudo me convém”. A diferença das vestes não deve ser só na igreja, Na vida secular também!

Alexandre comentou:

Realmente somos espelhos, hoje devemos sim vigiar e estar buscando todos os dias agradar a Deus obg Anderson Ferreira

Suellen comentou:

Muito bom!!! Concordo plenamente com o que vc ensinou com esse texto.

    edilson comentou:

    É maravilhoso para nós saber que nossa liderança está acompanhando nosso site, e isso nos traz muita segurança. Um forte abraço para todos em Campina Grande. Amamos vocês!

Ribamar comentou:

Texto claro, objetivo e de fácil entendimento! Deve sim ser uma preocupação de todas as igrejas, claro que ninguém pode forçar as pessoas a entenderem, mas se faz necessário ser exposto a maneira correta de um cristão se vestir e se comportar em todos os lugares. Parabéns pela abordagem desse tema!

Izanete comentou:

Texto simples e esclarecedor! ! Parabéns Anderson !

Ana Fernandes comentou:

Que maravilha de estudo! Andava à procura e encontrei EXACTAMENTE o que precisava, YHWH e Yeshua vos abençõem.

evaristo amélio comentou:

o texto é muito sugestivo, quao bom todos ou muitos que escandalizam no vestir tivessem oportunidade de vê-lo! agradeço a sua publicação.

Deixar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>