X
Menu
X
Igreja Evangélica Verbo da Vida
Petrolina - PE

Conferência de Missões- Oriente Médio, com os missionários Matt e Julie Beemer.

19894712_1400446113342248_4534761340313779345_nO Verbo Petrolina promoveu no último final de semana mais uma edição da Conferência de Missões e dessa vez o tema foi Oriente Médio. Tivemos o privilégio de receber os missionários Matt e Julie Beemer, que são pastores fundadores da World Harvest Bible Church em Manchester, Reino Unido. Há 10 anos, Beemer entregou o pastorado sênior da WHBC aos seus pastores associados para posicionar-se de forma mais estratégica em seu chamado missionário às nações menos alcançadas.

Com mais de 20 anos de experiência no ministério, Matt e Julie viajam extensivamente nos EUA, Europa e norte da África para ensinar fé na igreja global e para cumprir a Grande Comissão. Durante esse tempo, eles já ministraram a 6 milhões de pessoas, foram pioneiros de 8 centros de treinamento em 5 países, e forneceram dezenas de milhares de livros para África e Oriente Médio. Eles são os Fundadores e Diretores do CLUB1040, que oferece serviços gratuitos de administração e suporte para ajudar a mobilizar os missionários no campo. Eles começaram e supervisionam o Rhema Egito e Rhema Nigéria, e estão muito envolvidos com a expansão de Rhema para o Oriente Médio.

19894874_1401321349921391_4224505427380341967_n

Quinta noite.

Na abertura da Conferência, Matt Beemer comparou a terra prometida no AT aos povos não alcançados hoje, e disse que é nossa responsabilidade tomar posse da promessa pela fé. “Quando Deus falava sobre a terra prometida, ele se referia a ela no passado, por que ela já pertencia ao povo de Israel”. Podemos nessa geração alcançar as 6.800 etnias que ainda não conhecem o evangelho!

19748881_1398252020228324_3896231048601482292_nOs filhos de Israel se enxergavam como gafanhotos diante daquele povo, mesmo a terra já pertencendo a eles, aquela geração não entrou na terra prometida, eles morreram no deserto. “Eu venho para vocês como um espia, que esteve na terra do Oriente Médio, e trago boas notícias para vocês”, disse Matt Beemer. A Bíblia nos mostra que haverá uma geração e por meio dela toda nação ouvirá o evangelho, nós somos esta geração e estamos vivendo um tempo propício para nos movermos em favor do céu e através dele.

Paulo nos ensina a usar a nossa fé para alcançar pessoas. “Enquanto você olha para a terra prometida, o que você vê? Algo possível ou impossível? O que importa é como você vê, o que você vê através da sua fé!”, continuou o pastor. Essa geração precisa se levantar e partir em busca da conquista das nações para Cristo, e ainda que você não vá, é necessário que envie alguém no seu lugar.

Sexta-Noite.

Na sexta-feira foi realizado o workshop, onde os participantes tiveram a oportunidade de fazer perguntas e foram edificados com as experiências dos missionários.

“Nós sangramos missões! O IDE bate no nosso coração! Quando você fica perto de Deus, você escuta o coração dEle bater e dizer: ‘Vá! Vá!’. Deus falou que estamos aqui para despertar e explodir fagulhas do fogo do Senhor em vocês”, declararam.

19731998_1400440536676139_3666822890554231151_nFalaram sobre os desafios de desbravar o Líbano, um país que tem recebido grande número de refugiados sírios, seguidores do Islamismo, mas que já começaram a receber Jesus como Salvador de suas vidas. Por fim, estimularam os participantes a investirem na obra missionária, principalmente em relação aos povos não alcançados. “E este evangelho do Reino será pregado em todo mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim” Mt. 24.14.

Sábado noite.

O louvor e o coral abriram a noite com músicas em português, inglês, hebraico e lingala (dialeto congolês). Baseado em Rm 15:20-21, o pr. Matt Beemer pregou e mostrou que 19961627_1400445620008964_3740967289205705948_nPaulo sabia quais os lugares em que o evangelho já havia sido pregado, e ele focava nos lugares onde estavam os povos não alcançados. Nós também devemos completar a nossa carreira e a nossa terra prometida são os povos não alcançados. Trazê-los para o Pai é o nosso maior objetivo: “quando você define claramente o que é prioridade na sua vida, fica fácil dizer não para as outras coisas”, falou Matt Beemer.

No mundo existem 6.800 grupos étnicos não alcançados, esses povos fazem parte do nosso propósito, todos os dias milhões de pessoas sentem sede de algo que não sabem explicar e não sabem o nome de quem pode saciar esta sede. Nós somos os responsáveis para mostrá-las que quem pode saciar esta sede é Jesus.

Obedecendo a uma instrução recebida através do Espírito, o Pr. Edilson de Lira chamou todas as pessoas que tinham 19756785_1398251936894999_4175842376845273063_nchamado para as nações, então Matt e Julie Beemer impuseram as mãos sobre elas, transferindo porções de unção a cada um enquanto a igreja orava e se alegrava na presença do Senhor.

A secretaria de Missões apresentou as caravanas e agradeceu a presença dos irmãos que vieram Bahia, Goiás, Rio Grande do Sul, Piauí e Paraíba.

Domingo.

No último dia fomos despertados a nos envolver com o “IDE” do Senhor pelos ministros Matt e Julie Beemer. No culto da manhã a ministra Julie, após a leitura de Pv 14:10, ensinou que quando ouvimos a Palavra de Deus recebemos nova vida, mas muitas pessoas ainda não possuem este privilégio. Em seguida, comparou os estágios da vida do cristão à condição das parreiras numa vinícola. Enquanto existem algumas que estão explodindo, animadas, florescendo, outras estão dormentes, secando. Contudo, Deus também tem planos para elas.

19875665_1400957896624403_5695225077014443429_nAssim como as uvas que estão próximas ao tronco são as mais bonitas e as que estão em ambiente quente, produzem melhores resultados, no tempo certo, devemos manter a intimidade com Deus, cheios do fogo do Espírito. Embora existam pessoas que pensem que o seu tempo ministerial já se esgotou, ensinou que mesmo aquelas uvas que parecem estar velhas, passadas, podem ser utilizadas para tornar vinhos mais doces. “Você não passou do tempo! Deus ainda tem sonhos para você!”, declarou a ministra.

Cristo, como a nossa videira, está concentrando recursos para uvas que produzem sementes e serão plantadas em outros lugares. Se você tem as sementes para plantar, Deus proverá os recursos. Dê os passos e a provisão chegará, incentivou. Explicou, por fim, que existe um ciclo para a realização de missões: Existe o que envia, o que vai e o que ouve, e precisamos ser participantes do processo em alguma etapa. Não importa a fase em que nos inserimos, teremos a mesma recompensa. Deus teve apenas um filho e o fez missionário. Por isso, devemos usar todos os nossos dons, toda a nossa criatividade para a sua obra, porque eles não foram entregues em vão.

Na tarde e noite Matt Beemer deu continuidade à série “Princípios para receber a Terra Prometida”, com base em Rm. 15.20-21.

Instruiu que o Apóstolo Paulo sempre teve como alvo pregar a Cristo onde Ele ainda não tinha sido ouvido. Ele sabia especificamente quais eram esses lugares e contemplava a colheita como se já tivesse acontecido. Olhava com fé e partia com esperança. Por esta razão, sentia que vinda de Jesus estava próxima, pois a Igreja Primitiva estava completando19905113_1400444343342425_3101297322909793014_n a sua carreira e alcançando os povos não alcançados.

Porém, durante o período de mil anos, a Igreja deixou de perseguir este objetivo e aquelas gerações acabaram como a dos Filhos de Israel, que expiaram a Terra que já era deles, mas não conseguiram entrar nela. Nos últimos cem anos, a Igreja tem se despertado e vivido a continuidade do livro de Atos. Por isso, devemos ter como objetivo viver de modo a apressar a vinda de Jesus, priorizando a Grande Comissão, assim como Paulo.

No culto da noite, Matt Beemer falou a respeito do Plano de Deus para toda a humanidade, que é que todos sejam salvos e alcancem o pleno conhecimento da verdade. Quando fazemos a obra de Deus, devemos realizá-la de acordo com as Suas instruções, assim como Noé, Moisés e Davi, que construíram de acordo com os projetos determinados por Ele.

A tarefa de levar luz e amor aos que perecem também necessita de um plano. Para libertar o Seu povo do Egito, Deus executou um plano: chamou um líder e outras pessoas para ajudá-lo. Deus nos deu talentos para ajudar a construir o Seu sonho de salvar os perdidos. Todos temos uma graça para esse propósito. Deus sempre separa alguém e dá uma visão que é maior que a pessoa. Se você não é um “carregador da visão” (usado nos cinco dons ministeriais), então você é chamado para estar perto de um para ajudá-lo. Devemos ter comunhão, ou seja, alianças com propósito de realizar os planos de Deus, finalizou o ministro. Quando promovemos a visão de uma igreja local com nossos dons, estamos influenciando diretamente o cumprimento do plano de Deus para alcançar os povos não alcançados!

Compartilhe
Deixar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>