X
Menu
X
Igreja Evangélica Verbo da Vida
Recife - Zona Norte

CULTO BILÍNGUE | A VIDA ABUNDANTE | Pr. Humberto Albuquerque | 03/12/2017

No culto bilíngue de dezembro (03/12), o pastor Humberto Albuquerque ministrou sobre a vida abundante que vamos desfrutar quando semeamos algo (uma palavra, nosso tempo, finanças) na vida de alguém.

Confira a mensagem:

2 Coríntios 5:15

“E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou.”

O fato de pessoas não desfrutarem de uma vida abundante é que essa vida abundante só flui com uma chave. Temos a vida abundante, mas ela só flui com uma condição entender o propósito dessa vida, e o propósito é não mais viver para si. Vamos desfrutar dessa abundância quando semeamos algo na vida de alguém.

Marcos 10:45

“Porque o Filho do homem também não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos.”

Jesus é o nosso exemplo. O que Jesus fazia? Ele servia os outros e desfrutava cada vez mais de intervenções divinas, pois os céus cooperam conosco quando pensamos mais nos outro do que em nós mesmo. Somos favorecidos para favorecer outros. Fomos criados para criar.

Temos que nos dedicamos em servir a nossa cidade, não para completar uma missão dentro de um contexto de cumprir metas. Não somos chamados para mudar as pessoas, somos chamados para influenciar e essa influência deve ser pelo caminho sobremodo excelente, pelo amor de Deus. A parte da mudança não é da nossa conta, pois essa é a parte do Espírito Santo, ele convence as pessoas do pecado.

Viva a vida que Deus te deu para viver, a vida verdadeira e abundante. Quando você desfruta dessa vida por pensar em pessoas, elas vão querer o mesmo. Ninguém resiste ao amor de Deus, então as portas se abriram para a igreja. Quando nós nos movemos no amor de Deus um perfume é exalado, o bom perfume de Cristo. Não podemos ser um grupo religioso dirigido por uma agenda, mas movidos pelo amor.

Vamos viver uma vida de ações de graças independente do que sentimos ou passamos. A bíblia diz para termos alegrias em passarmos por tribulações, pois enquanto você se alegra em meio a tribulação sua autoridade permanece firme, dessa forma você não enxerga problema, mas solução. Lucas 4:18-19

“O Espírito do Senhor é sobre mim, Pois que me ungiu para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados de coração, a pregar liberdade aos cativos, E restauração da vista aos cegos, a pôr em liberdade os oprimidos, a anunciar o ano aceitável do Senhor.”

Cristo não é o sobrenome de Jesus, mas “o ungido do Senhor; o poderoso”.

Se estamos em Cristo a unção está sobre nossa vida, o diabo não vai se importar se você falar de Deus, pois não é Anti Jesus, mas anti Cristo, que é quando estamos afogueados. A partir do momento que estamos assim é que as oposições se levantam, mas essa mesma unção está disponível para nós.

O poder e a unção são para um propósito. Quando temos consciência da unção e a entendemos, fazemos o que não conseguiríamos na nossa própria força, a unção tem um propósito, somos chamados para quebrar ciclos (mortes, contendas, doenças).

Essa é a dispensação onde Deus não esta julgando, mas reconciliando a povo através de nós. Você não exerce fé dizendo que o mundo será julgado, isso não compete a nós, mas estamos aqui para anunciar a vida abundante.

Jesus inaugurou uma era “hoje”, abriu uma dispensação. Na qual Deus vai fazer de acordo com sua palavra, ele vai fazer o possível e impossível para favorecer pessoas. Quando o favor está sobre você descerá sobre ti o poder do Espírito, não fique preocupado como você fará missões, não é uma pessoa que vai te favorecer, mas você tem Deus operando por você. Atos 1:8

“Mas recebereis o poder do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.”

Essa palavra poder no grego é dunamis (habilidade para operar milagres). Deus tem que estar envolvido nisso, ele nos da poder que não é para nós, mas para outra pessoa. Passamos a ser alguém quando nos envolvemos nos projetos de Deus, ele ama fazer milagres através de nós, ele criou uma estrutura de autoridade na terra e não se incluiu, então ele libera o poder para nós, mas esse poder é para outra pessoa, ele faz surgir algo em você para outra pessoa. Dessa forma, Deus nos da a oportunidade de sermos parecidos com ele, um pai doador.

O pouco que fizermos com amor vai trazer a presença de Deus, fomos chamados pra exalar o perfume de Cristo, quando fazemos algo que fomos chamados para fazer a presença de Deus vai cooperar conosco. O grande amor de Deus é o caminho sobremodo excelente. Nossa vida só faz sentido se nós beneficiamos outras pessoas. 1 Timóteo 4:14

Não desprezes o dom que há em ti, o qual te foi dado por profecia, com a imposição das mãos do presbitério.

Dons podem ser compartilhados através das imposições de mãos, porém a maturidade não vem através da imposição de mãos, mas de processos. Ela só vem quando ultrapassamos os testes que vêm para nossas vidas, seremos provados porque precisamos ser mudados, mas a maturidade vem para confirmar se acreditamos ou não, provações se levantam e somos obrigados a fazemos mudanças. O que Deus te entrega nunca será algo pequeno, as coisas não vão chegar do dia para a noite, pois o que Deus tem para você é grande, então algo grande às vezes leva um processo. 2 Coríntios 2:14 -15

“E graças a Deus, que sempre nos faz triunfar em Cristo, e por meio de nós manifesta em todo o lugar a fragrância do seu conhecimento. Porque para Deus somos o bom perfume de Cristo, nos que se salvam e nos que se perdem.”

Você foi chamado para exalar esse perfume no meio de quem é e não é salvo, isso vai mudar a história da nossa cidade, em lugares que nós iremos às situações serão mudadas, coisas acontecerão, não podemos negligenciar o poder de Deus que está sobre nossa vida. Lucas 16:12 NVI

“E se vocês não forem dignos de confiança em relação ao que é dos outros, quem lhes dará o que é de vocês?”

Você administra algo na sua vida que não é seu. Bem vindo a missões, ao seu estilo de vida, ao propósito da igreja. O sucesso da igreja depende como ela administra o que ela tem que não é para ela, mas é para os outros. Quando usamos corretamente aquilo que pertencem à outra pessoa, nos tornamos qualificados para ter o que é nosso. Você só vai ter o que quer/precisa quando administrar bem o que é dos outros.

Jesus recebeu uma unção e reconhecia que não veio para ser servido, mas para servir, ele veio morrer por nós. Nós podemos ver isso na vida de grandes homens de Deus. A medida enorme de favor que Salomão teve, foi porque quando Deus apareceu para ele, ele não pensou nele, mas nos outros e o senhor deixa claro que só porque Salomão não pensou nele mesmo (2 Crô 1:7-12) ele seria mais sábio que qualquer um. Nem todos têm a mesma medida de favor, pois o favor de Deus será cada vez maior a mediada que nós administrarmos bem o que é dos outros.

Compartilhe
Deixar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *