X
Menu
X
Igreja Evangélica Verbo da Vida
Recife - Zona Norte

HONRANDO A DEUS COM TODO NOSSO CORAÇÃO | Carlos Júnior | Tarde – 12/05/2019

“Voltar ao primeiro amor não é simplesmente reavivar um sentimento, mas voltar às primeiras obras, as quais nos faziam viver o evangelho genuíno – com fervor e arrependimento.” Nesta tarde (12/05), Carlos Júnior ministrou sobre Honrando a Deus com todo nosso coração, pois os Seus olhos passam por toda a terra, procurando pessoas cujos corações são inteiramente dEle. Essa honra pode ser percebida quando damos a Ele o nosso melhor e o primeiro.

Jesus não veio trazer uma religião, regras de comportamento. Ele veio quebrar a religiosidade com o “Pai Nosso”. Antes o povo se relacionava com o Deus Soberano que está no céu, um Deus que estava distante; Jesus trouxe uma nova perspectiva: o Pai, o senso de paternidade. Encontraremos o Senhor sempre que buscarmos de todo coração. Os Seus olhos buscam por toda terra aqueles cujo o coração é totalmente dEle. Esteja inteiramente envolvido com Deus e desfrute de rompimentos. No aspecto da honra, podemos inferir que Deus nos convida para um relacionamento profundo, a conhecê-Lo cada vez mais. A honra pode ser percebida quando damos a Ele o nosso melhor e o primeiro. Consagre a Deus suas primeiras conquistas, as primeiras horas do dia, as primeiras coisas que são importantes para você. Honra não é empolgação, não há espaço para instabilidade e imaturidade. Andar em honra nos estabelece diante da jornada, molda o nosso caráter. Guardar o coração não é se fechar para relacionamentos, mas filtrar aquilo que entra. As revelações virão para quem mantém acesa a chama do primeiro amor. As distrações roubam de nós a disposição de dar a Deus o nosso melhor. Mas Ele não deixou de lado a Sua expectativa de ter o nosso coração por inteiro. Não deixe que as bênçãos roubem de você a primazia e intimidade com Deus. Como saber se seu coração está correto? Olhe para as suas atitudes. Um crente conformado não mantém o que recebe, vive de aparência e tradicionalismo. Já o transformado, não deixa que a rotina apague a chama da paixão por Jesus. Voltar ao primeiro amor não é simplesmente reavivar um sentimento; mas voltar as primeiras obras, as quais nos faziam viver o evangelho genuíno – com fervor e arrependimento. Dê as pessoas a oportunidade de serem tocadas pelo amor de Deus através da sua vida. A “bactéria” da ofensa traz surdez espiritual. Limpe o seu coração para que possa ouvir aquilo que Deus quer falar.

Texto por: Andressa Oliveira

Compartilhe
Deixar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *