X
Menu
X
Igreja Evangélica Verbo da Vida
Recife - Zona Norte

JUSTIFICADOS POR CRISTO | Rodrigo Albuquerque | Manhã – 14/04/2019

“Para recebermos o incomum da parte de Deus, precisamos nos livrar da condenação”. Na manhã deste domingo, uma temporada de grande favor e dupla honra foi anunciada através do ministro Rodrigo Albuquerque, que nos preparou para esse tempo profético ressaltando a importância de nos mantermos firmes na revelação de que fomos justificados por Cristo, pois essa consciência nos fará desfrutar daquilo que já está preparado.

Confira o resumo da mensagem!

A bondade de Deus é estabelecida na terra quando reconhecemos que a Palavra não muda, que ela é fiel e digna de inteira aceitação.

A Palavra nos garante que quando Deus olha para nós, Ele nos vê justificados. Devemos, então, receber o dom da justiça de forma plena, pois a condenação por erros passados nos impede de receber o que já está preparado.

Independente do que façamos essa condição de  justiça conquistada por Cristo não vai variar, por isso não devemos colocar a primazia da nossa vida nas circunstâncias, mas sim na palavra de Deus.

As profecias para as nossas vidas são condicionadas, ou seja, dependem das nossas atitudes, fé e perseverança. É através da jornada de perseverança que a promessa se cumpre, mas uma das coisas que o diabo tenta levantar durante nossa caminhada é a condenação, porque vamos errar em meio aos processos. Embora não possamos evitar os erros sempre, se nos arrependermos e deixarmos, encontraremos misericórdia, pois Deus nos vê como uma obra completa e o fato de errarmos não nos desqualifica da posição de justificados.

Ser justiça de Deus significa que podemos nos apresentar diante do Pai sem culpa, por isso, a atitude que devemos tomar ao errarmos é ir até Ele, e não nos afastarmos em condenação. Precisamos estar diante do Senhor convictos da nossa justificação, pois ela nos torna aptos não só a estar em Sua presença, mas também a receber tudo o que Ele prometeu.

A condenação olha para si mesmo enquanto a justiça olha para a obra de Jesus. Ela faz com que desenvolvamos uma lógica de meritocracia, nos fazendo esquecer do que Deus prometeu e da sua fidelidade para cumprir. No entanto, quando andamos conscientes da obra redentiva, entendemos que estamos em Cristo e que tudo que Nele opera em razão da sua posição também opera em nós.

Jesus inaugurou a temporada do favor de Deus. Liberar o que não podemos produzir e receber o que não merecemos é a manifestação desse favor. Mas, para que desfrutemos disso precisamos ter revelação da nossa justificação e vivermos com a consciência de que Cristo nos tornou merecedores da herança que nos foi confiada.

Versículos de referência: Salmos 13:5-6 | Romanos 15:13 | Romanos 8:1, 31-32; 5:1-2, 9-10; 1:16 | Isaías 61:1-11

Texto por: Heloísa Azevedo

Compartilhe
Deixar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *