X
Menu
X
Verbo da Vida Igreja
Pinheiros - SP

Uma linha divisória

E o filho lhe disse: Pai, pequei contra o céu e diante de ti; já não sou digno de ser chamado teu filho. O pai, porém, disse aos seus servos: Trazei depressa a melhor roupa, vesti-o, ponde-lhe um anel no dedo e sandálias nos pés; trazei também e matai o novilho cevado. Comamos e regozijemo-nos, (Lucas 15:21-23)

Quando somos imaturos, temos atitudes iguais ao do filho pródigo, que pediu algo ao seu pai que já era sei por direito. E essa atitude de imaturidade traz uma falsa sensação de autossuficiência que permite viver irresponsavelmente. Mas não se engane, há consequências.

Cedo ou tarde você se encontrará em uma situação de necessidade, seja ela física, sentimental ou espiritual, e essa vulnerabilidade irá te fazer aceitar qualquer coisa. Porque quando estamos fora do ambiente que Deus preparou para nós há insensibilidade, porque pessoas sem aliança são insensíveis ao agir de Deus.

Porém o filho pródigo caiu em si, porque havia uma boa semente plantada em seu coração e ele percebeu que pecou contra a sua própria natureza e foi movido de um arrependimento intimo, de um profundo quebrantamento. E o pai foi rápido em festejar e se alegrar com o seu retorno. Da mesma forma é o Senhor, quando existe um arrependimento real em você Ele já se levanta do trono para festejar o seu retorno, o retorno do seu filho amado e escolhido.

Compartilhe
Deixar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *