X
Menu
X

Relacionando-se com Jesus

cross-1448946_1280

| por Pr. Valdecy Agostinho

Um dia, ouvimos a Palavra de Deus e fé chegou aos nossos corações. Ficamos sensíveis ao Espírito Santo e Jesus passou a fazer morada em nós, através do convite que nos foi feito (João 14:23). Com isso, passamos a viver a alegria do “primeiro amor”, como alguns gostam de dizer. Mas, às vezes, com o passar do tempo, deixamos de depender do Espírito Santo e nos tornamos técnicos devido ao vasto conhecimento que já temos ou ativismo religioso em nossas vidas.

Esquecemo-nos de que Jesus está sempre atento aos nossos convites assim como Ele estava atento ao convite de Simão em (Lucas 7:36-48). Simão convidara  Jesus para jantar em sua casa, provavelmente para um debate a fim de mostrar os seus conhecimentos, reconhecendo Jesus somente como um mestre, mas não como um profeta, e acabou perdendo o melhor de Deus, quando ignorou aquela mulher que entrara em sua casa sem ser  convidada. Ela não estava incomodando-se com o que estava acontecendo ao seu arredor, a única coisa que importava para aquela mulher pecadora, naquele momento, era se lançar aos pés de Jesus, reconhecendo-o como um profeta e se relacionando com Ele através de uma adoração, e o mais importante é que aquela mulher saiu daquela casa justificada e com os seus pecados perdoados, enquanto Simão permanece em sua casa repreendido pelo fato de ter o próprio Jesus sentado à sua mesa e ele não o reconheceu como um profeta.

Que venhamos a refletir sobre o convite que um dia aceitamos para que Jesus fosse o Senhor e Salvador de nossas vidas, para que não venhamos a ficar tão técnicos ao ponto de esfriarmos esse tão genuíno relacionamento com o Senhor e assim perdermos a essência do evangelho de Jesus.

Postagens Relacionadas

Grande emoção e alegria marcam o culto de reabertura da Verbo da Vida de Campo Grande – RJ Ministério “Somos Um” celebra dia dos namorados com Live sobre Relacionamentos Projeto InterAgir: Igreja cria rede de relacionamento empresarial entre os membros A obra do Espírito Santo em nós Sede sóbrios Uma vida de oração Conferência de Ministros auxiliares e socorros – Pr. Diego Isidro A paternidade de Deus e o relacionamento Pais e Filhos
Deixar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.