X
Menu
X

Marcela Chianca

A Forte luz das Chamas
Tudo que Deus nós comissiona já tá completo em Cristo. Precisamos ser assertivos na nossa missão e despertar para a conscientização do propósito em procurar e achar o perdido. Precisamos manter a candeia acesa pelo fogo do espírito, avivados, ousados, exercendo toda a autoridade com unção, manifestando as maravilhas da Graça, com ardoroso amor pelo Senhor . O que nos falta? Correr com mais velocidade a carreira que nos está proposta. Corramos!!!
Acendendo a candeia
Deus tem uma expectativa em nós, assim como alguém que adquire um produto espera que este funcione como está no manual, o Senhor tem expectativa que nós façamos aquilo que está na palavra, nosso manual, e neste manual está escrito que devemos fazer o ide e pregar o evangelho a toda a criatura. Muitas vezes não podemos ir até todas as pessoas, mas, podemos ‘arar a terra’ através das nossas orações e declarações da palavra, pessoas precisam ser alcançadas e precisamos estar sensíveis aos momentos que o Espírito Santo nos proporciona, para isso, é necessário nos enchermos da unção.
Na Lei do Espírito
Deus estabeleceu protocolos para que tenhamos uma vida tranquila aqui na Terra. Existem duas leis em operação: A Lei da Igreja (Espírito e vida) e a Lei do mundo (Pecado e morte). Não podemos nos conformar com a Lei do mundo. A Glória de Deus deve resplandecer no nosso rosto. Dia após dia, escolhas após escolhas podemos dizer não ao pecado, mantendo um relacionamento ardoroso com o Senhor. Santidade é um estilo de vida!
Ainda que neste mundo decaído coisas ruins estejam acontecendo, Deus nos dá instruções para não sofrermos como o mundo, aqui somos forasteiros, não cativos. Para receber dessas instruções é necessário buscar a Deus de todo o coração, e isso não é um protocolo para Ele, mas, um protocolo para a humanidade, não que Ele precise, pois Deus é suficiente! Buscá-lo de todo o coração é imprescindível para que saibamos quais são os planos que Deus tem a nosso respeito, a igreja do Senhor fará grandes coisas nesses últimos dias quando compreender tais planos.
A mesa fala
A vida cristã precisa ser crescente. Cada fase requer de nos aperfeiçoamento. O serviço a casa do Senhor é algo que fundamenta a vida do crente. Ele não deve ser feito com lamento ou murmúrio, mas buscando o relacionamento com Jesus. Em Betânia, Maria estava sempre na mesma posição: aos pés de Jesus. Ela era tão grata que lhe entregava o seu melhor. A mesa é lugar de comunhão, é um lugar de relacionamento.
Janela de Oportunidade
Nossa mente tem certa dificuldade de entende Deus. Ele é eterno e, por isso, não tem começo nem fim. Ao criar todas as coisas, o Pai celestial criou também o tempo e as suas medidas, dia, noite, meses, anos e estações. Assim nós compreendemos o tempo através dessas medidas. Mas para Deus há tempos específicos nos quais Ele realiza sua obra por meio de nós, através de janelas de oportunidades. Devemos estar sóbrios e vigilantes para estas janelas, a sim de não perdermos o que Deus que realizar em nossas vidas.
Espírito e Vida
A Igreja é algo que nasceu no coração de Deus, e se deixarmos de entender isso, deixamos de usufruir do nosso propósito. Ela é uma luz que o Senhor dispensou para iluminar o mundo. Nós somos portadores da luz e sustentadores da Palavra de Deus. Não estamos mais debaixo da lei do pecado que gera a morte, mas estamos debaixo da lei do Espírito, que é vivificador. O Espírito de vida está em operação sobre nós, para realizar sonhos, milagres e prodígios. Se um rio natural pode produzir vida em lugares secos, muito mais coisas pode fazer o rio do Espírito que está dentro de você. Há vida disponível para ser manifestada em lugares onde a morte entrou, por meio do fluir do Espírito Santo.
É o Tempo
A Bíblia afirma que há tempo de semear e tempo de colher. Muitas vezes, ao falarmos sobre sementes, nos referimos apenas a finanças, no entanto, é muito além disso. Devemos estar conectados para saber como nos mover a cada dia, para entender o que depende de nós para usufruir o que Deus já preparou. Vários fatores contribuem para o sucesso da semente: terra, luz, saúde da semente. Esse é o processo da semente natural. O que vivemos hoje foi resultado do que plantamos ontem. É tempo de plantarmos, e de colhermos o que plantamos anteriormente. O tempo da colheita, pode parecer um tempo de descanso, mas não é! É tempo de trabalho, de preparar todas as coisas para o recebimento da colheita.
Mesa: Passagem ou Descanso?
A mesa, na nossa vida, tem sido apenas um lugar de passagem ou de descanso? Em nossa casa, tem sido um lugar onde apenas sentamos rápido comemos e saímos, ou onde paramos, descansamos, compartilhamos da vida? Da mesma forma, como chegamos a um culto e como tem sido nossa vida com Deus? Apenas por um protocolo, de passagem? Ou temos tido um momento de qualidade, onde encontramos de fato descanso, refrigério? Essa mesa de comunhão deve ser nosso lugar de intimidade, onde nos renovamos, criamos experiências com Senhor e adquirimos instruções. O Senhor tem nos chamado para uma vida de qualidade com Ele. Que não deixemos as correria do dia a dia, onde a maioria ainda que lícita, tira de nós o tempo de qualidade dessa mesa de comunhão.
As manifestações do Espírito Santo – Parte II
Deus nos deu uma ordem: pregar o Evangelho. E com essa ordem Ele enviou ferramentas, as manifestações do Espírito Santo. Elas vêm para que o ímpio veja e creia que em Deus. São ao todo nove manifestações do Espírito Santo, que visam sempre um fim proveitoso, determinado pelo próprio Deus. A Igreja deve entender a importância desses dons espirituais para que sejamos testemunhas de Cristo. Esses dons vêm com a capacitação sobrenatural que ocorre no batismo com o Espírito Santo. Vem também a capacidade de falar em outras línguas, que uma importante ferramenta de edificação pessoas. As manifestações, no entanto, são para edificação dor Corpo de Cristo e como sinal para os incrédulos. Assim, aliadas ao fruto do Espírito, as manifestações do Espírito Santo nos capacitarão para testemunha que Cristo Jesus vive.