X
Menu
X

Pr Claudio Alexandre

El Shadai – 7 coisas que Deus quer fazer por você
Deus se revelou de muitas formas aos seus servos por toda a história. Especialmente a Abrahão, o Senhor revelou-se como o El Shaddai, o Deus todo poderoso. Ele é o Deus provedor, que todas as necessidades supre e nos faz superabundar nas suas ricas bênçãos. O El Shaddai abençoou a Abrahão e, posteriormente, a Isaque e Jacó, fazendo com que prosperassem em seus caminhos. Também, por intermédio de Cristo Jesus, estendeu suas bênçãos a todos os da fé, alcançando a todos nós que cremos em Cristo.
El Shaddai – O Deus Abundante
Deus se revelou de muitas formas aos seus servos por toda a história. Especialmente a Abrahão, o Senhor revelou-se como o El Shaddai, o Deus todo poderoso. Ele é o Deus provedor, que todas as necessidades supre e nos faz superabundar nas suas ricas bênçãos. O El Shaddai abençoou a Abrahão e, posteriormente, a Isaque e Jacó, fazendo com que prosperassem em seus caminhos. Também, por intermédio de Cristo Jesus, estendeu suas bênçãos a todos os da fé, alcançando a todos nós que cremos em Cristo.
Páscoa – Celebração da liberdade
Páscoa é a aliança de Deus em que Jesus como cordeiro imaculado foi oferecido para que ganhássemos o lugar de filhos de Deus. Ele morreu e ressuscitou. O véu rasgou-se e temos acesso direto à presença do Pai! É o maior acontecimento da História!
Páscoa – Livres da morte e do inferno
Cristo é a nossa Páscoa. Quando o povo de Israel foi preservado pelo sangue do cordeiro, tal fato prefigurava a morte de Jesus que nos livraria dos nossos pecados. Ao pagar o preço em nosso lugar Jesus não só apagou nossos pecados com o seu sangue, mas nos livrou da morte e separação eterna da presença de Deus. Hoje temos acesso ao Pai por meio desse novo e vivo caminho. Esse é o verdadeiro sentido da Páscoa.
Páscoa – O véu se rompeu
Páscoa é a aliança de Deus em que Jesus como cordeiro imaculado foi oferecido para que ganhássemos o lugar de filhos de Deus. Ele morreu e ressuscitou. O véu rasgou-se e temos acesso direto à presença do Pai! É o maior acontecimento da História!
Recebendo a abundância da graça
Jesus veio ao mundo e morreu como nosso substituto, pagando o preço pelos nossos pecados. Assim nos deu acesso à Graça de Deus, tornando disponíveis toda sorte de bênçãos espirituais nas regiões celestiais. Contudo, para que possamos desfrutar de todas essas bênçãos e da graça disponível é necessário que estejamos prontos a receber pela fé. Receber não é uma postura passiva de quem fica com as mãos estendidas, mas é o ato de agarrar e não mais soltar.
Graça disponível
Jesus veio ao mundo e morreu como nosso substituto, pagando o preço pelos nossos pecados. Assim nos deu acesso à Graça de Deus, tornando disponíveis toda sorte de bênçãos espirituais nas regiões celestiais. Contudo, para que possamos desfrutar de todas essas bênçãos e da graça disponível é necessário que estejamos prontos a receber pela fé. Receber não é uma postura passiva de quem fica com as mãos estendidas, mas é o ato de agarrar e não mais soltar.
Retomada IV – A distribuição do serviço
Deus distribuiu, no Corpo de Cristo, dons e chamados para que a sua obra seja feita. Essa obra tanto pode ser feita internamente na Igreja, através dos ministérios que agem nela, ensinando, pregando, pastoreando, como para alcançar os de fora, através da obra missionária. Nela, cada membro do corpo contribui com a sua parte para que o trabalho seja feito e nenhum outro membro esteja sobrecarregado. Para isso devemos entender bem qual é a nossa parte no Corpo de Cristo.
Retomada III – O que reina também serve
Em Cristo somos filhos, reis e servos. Cristo tomou a forma de servo, abrindo mão de sua Glória para nos salvar. Agora, nós que fomos salvos, somos seu imitadores. Na Igreja servimos com gratidão e humildade. Deus dá graça aos humildes e resiste aos soberbos. Há favor e Graça quando temos a consciência de que estamos cuidando dos negócios do nosso Pai!
Retomada II – Vencendo os impedimentos
Estamos chegando a um momento de retomada, um tempo de colheita, e, para isso, teremos trabalho. Entretanto, sempre que estamos prestes a viver algo novo em Deus, o adversário faz ondas de tentativas a fim de atrasar aquilo que Deus tem para seu povo. Mas, mesmo diante dessas tentativas do maligno, através de diversas influências, de nos impedir de receber o que Deus tem reservado para esse tempo, o Senhor tem enviado a sua Palavra para alertar o seu povo e remover todo impedimento.