X
Menu
X

Igreja recebe ensinamento sobre as Manifestações do Espírito Santo

Nos dias 29/04 e 06/05 a Igreja verbo da Vida de Campo Grande (RJ) experimentou momentos extraordinários em dois cultos com a ministra, professora do Rhema Brasil e diretora da escola Rhema Campo Grande Marcela Chianca. 

Foram duas quintas-feiras falando sobre as “Manifestações do Espírito”. As duas mensagens, que se completaram, foram uma exposição de um estudo sobre as manifestações dos dons do Espírito, tendo como base o capítulo 12 do livro de 1 Coríntios.

Na primeira 5ª feira Marcela introduziu o tema explicando que há um motivo para que Deus tenha dado o Espírito Santo à Igreja, e que, existem razões para que ocorram as manifestações dos dons, exemplificando o próprio Cristo como alguém ungido para um propósito. Assim como Jesus foi enviado, envia seus filhos debaixo da unção do Espírito Santo.

Para concluir o estudo, na 2ª quinta feira Marcela esmiuçou o capítulo 12 do livro de 1 Coríntios ensinando sobre as características e como ocorre a manifestação de cada um dos nove dons. A ministra reforçou que há um desígnio para que os dons se manifestem. Esclareceu, ainda, sobre algumas dúvidas e desfez sofismas que ocorrem por leituras equivocadas, como por exemplo o entendimento de que o batismo no  Espírito com a evidência de falar em línguas não seja para todos, baseado na leitura isolada de 1Coríntios 12:30. Marcela deixou claro para todos que o versículo se refere a atuação do dom do Espírito de falar em línguas e que necessariamente deve ser acompanhado da interpretação. Explicou ainda que o batismo do Espírito Santo com a evidência de falar em outras línguas é algo que está disponível para todos e que é imprescindível a todo aquele que crê.

A professora do Rhema explicou que recebeu uma inspiração divina, pois compreendeu que a igreja local vai entrar em uma nova fase onde a manifestação dos dons serão mais frequentes. Nos contou ainda que os membros precisavam ser instruídos para receber das manifestações:

 “Estávamos percebendo, em vários cultos, que havia algo a mais para acontecer, mas que não acontecia porque o povo não sabia como agir” – explicou Marcela, referindo-se ao fato de que, por conta das restrições impostas pela pandemia, muitas pessoas ficaram inibidas a respeito de como deveriam agir.

Foram dias de grande aprendizado e propósitos alcançados, além de deixar a igreja pronta para as manifestações que estão por vir, muitos ficaram desejosos pelo aprendizado que o Rhema pode proporcionar.

Postagens Relacionadas

Semana Especial Rhema Seminário de Verão 2021 tem como tema Guiados pelo Espírito Domingo Especial Rhema – Noite Domingo Especial Rhema – Manhã
Deixar um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.