X
Menu
X

sementes

Recebendo revelação de Deus
Deus deseja se revelar a nós. Ele tem buscado corações generosos para compartilhar sua sabedoria e suas revelações. É através de ações generosas que nos mostramos aptos a receber de Deus sementes multiplicadas. Em 2 Coríntios 9 – Paulo nos ensina que aquilo que oferecemos a Deus tem uma voz, uma expressão. Que pode ser de generosidade ou de avareza. Conforme nossas ações, Deus se revelará a nós ou não. Ele não muda de acordo conosco pois é imutável, mas se revela de acordo com nossas ações. Tenha ações generosas e assim como Abraão ou Salomão, receba de Deus revelações que um pai só dá aos filhos que tem o coração Dele e Para Ele.
Os montões e as sementes ideais
Muitas vezes recebemos em nossas vidas, palavras de multiplicações de Deus. Porém devemos atentar para aquilo que desejamos ter multiplicado. Vários exemplos bíblicos nos mostram o poder da semente que deve ser reservada para a multiplicação perfeita, aquela onde a necessidade é atendida mas ainda há sobra. Em 2 Reis 4:42 nos mostra, um milagre de multiplicação onde vinte pães alimentam 100 homens e ainda sobrou. Vemos os profetas Elias e Eliseu também multiplicando, sementes poderosas para sustento de famílias em tempo de crise. E assim continua ocorrendo na bíblia diversas vezes onde sobraram montões do resultado daquilo que foi semeado. Nesta ministração aprenderemos um pouco mais sobre a semente ideal para multiplicação com sobra. E então, entenderemos melhor Provérbios 3:9, Lucas 12:31, 2 Crônicas 31 e algumas outras referências de multiplicação abundante. Escolha bem sua semente pois, se for santa a raiz, também os ramos (onde ficam os frutos) o serão. Romanos 11:16
Sementes espirituais
Temos muitas promessas para colhermos na eternidade aquilo que plantamos aqui , nossas atitudes e até das nossas palavras prestaremos contas. Sendo palha , madeira ou feno queimará. Sendo ouro , prata ou pedras preciosas será galardoado. Mas não podemos esquecer da nossa colheita aqui mesmo na terra. Sementes de honra , respeito , compaixão que semeamos e certamente colheremos. Não necessariamente da mesma espécie , mas nas áreas que temos necessidades. Como a mulher Sunamita que plantou um quarto e colheu um filho.